INTRODUÇÃO

A Terapia Floral de Bach foi desenvolvida pelo médico inglês Dr. Edward Bach, na Inglaterra dos anos 1930. Especialista em cirurgia, patologia, bacteriologia e homeopatia, este renomado pesquisador inglês desenvolveu um sistema de tratamento que utiliza essências florais de árvores e arbustos silvestres em diversas regiões da Inglaterra, e ajudam no equilíbrio de problemas emocionais, das doenças psicossomáticas e no estado de ânimo.

Os Florais de Bach são indicados para equilibrar estados, como por exemplo: medos, ansiedade, irritabilidade, estresse, depressões, raiva, traumas, mágoas, ressentimento, insegurança, cansaço, angústias e fobias.

Ao tomar os florais ingere-se o padrão energético das plantas e flores – a sua energia vital. É uma energia sutil, o padrão vibracional de cada flor, que atua no psiquismo, que é também uma forma de energia.

A Terapia Floral é uma prática Vibracional assim como a Homeopatia, Cromoterapia e a Musicoterapia, que utiliza o padrão energético de determinadas flores para trabalhar o equilíbrio do organismo.

Não são remédios para o corpo físico e sim para harmonizar os processos mentais e emocionais em desarmonia, buscando o equilíbrio energético, autoconhecimento e melhor qualidade de vida.

A FILOSOFIA DE EDWARD BACH

O alicerce da filosofia do Dr. Bach é “Tratar a pessoa e não a doença; tratar e causa e não o sintoma”. Ele entendeu que a emoção é a base fundamental da saúde! Considerava que a desarmonia do sistema se inicia na mente e nas emoções, tendo impacto no corpo físico posteriormente.

Bach dizia que a doença é a cristalização de uma atitude mental e que basta tratá-la para que a enfermidade cesse. A enfermidade, ou desequilíbrio da energia, que se torna aparente por seu estado mental negativo, é produzida por um conflito. Deve-se tratar a personalidade do paciente e não a enfermidade. A intuição de Bach o levou a afirmar que a doença não é material e sim energética. A ação terapêutica deve atuar sobre a energia.

“O principal motivo do fracasso da ciência médica moderna é que ela trata os sintomas e não as causas.”

“O que conhecemos como doença é o resultado produzido no corpo, o produto final de forças profundas e duradouras. Mesmo que o tratamento material seja aparentemente eficaz e bem sucedido, se trata tão somente de um mero alívio temporário, se não se elimina a causa real.”

“A doença nunca será curada ou erradicada pelos atuais métodos materialistas, pela simples razão de não ser material, em sua origem. Aquilo que conhecemos como doença é o resultado final produzido no corpo, o produto final de forças profundas e de longa duração”. 

Dr. Edward Bach, Os Doze Curadores, 1932.

A TERAPIA FLORAL

Os Florais de Bach buscam chegar à raiz dos problemas e erradicar devidamente a causa desses desequilíbrios.  A medida em que o organismo harmoniza-se como um todo, os sintomas irão gradativamente desaparecer. É um mecanismo natural, sem efeitos colaterais e deve ser acompanhado por um terapeuta.

 

A seleção dos florais se faz a partir dos estados emocionais em desarmonia e das características da personalidade, identificados durante a sessão de terapia. Este processo parte do aqui e agora, considerando o “descascar da cebola”, ou seja, trabalhar as questões mais superficiais ou urgentes, e aprofundar conforme as essências vão aportando mais clareza, mais equilíbrio e a pessoa tornando-se mais consciente do seu processo.

Nas consultas, os florais serão identificados, explicados e discutidos com o cliente, e a fórmula de tratamento individualizada pode ser preparada ao final da sessão.

COMO USAR OS FLORAIS? 

As 38 essências que compõem o sistema podem ser combinadas entre si, até um número máximo de 6 flores por fórmula de tratamento. A dosagem padrão é de 4 gotas, 4 vezes ao dia. Nas situações agudas, a frequência pode ser aumentada.

 

Podem ser utilizados por pessoas de todas as idades, desde grávidas, recém-nascidos, crianças, adolescentes, adultos e idosos. Também apresentam excelentes resultados em animais e plantas.

Em seus mais de 80 anos de uso em diversos países, os florais tem sido utilizados por profissionais de todas as áreas da saúde, bem como por pessoas interessadas em seu bem estar e de sua família.

Os Florais de Bach, assim como os medicamentos homeopáticos, são compostos energéticos que não apresentam consistência química e nem efeitos adversos. Podem ser prescritos simultaneamente a todas outras formas terapêuticas, pois não interagem com nenhum tipo de medicação.

O SISTEMA FLORAL DE BACH

Dr. Edward Bach desenvolveu grande intuição e sensibilidade ao longo da vida, e relacionou as vibrações energéticas das flores com aquelas de estados mentais negativos dos seres humanos. Classificou as 38 essências florais descobertas em 7 grupos distintos, e completou o sistema com a Fórmula de Emergências, como segue:

OS 7 GRUPOS DE BACH

1. Medo 

2. Incerteza e Insegurança

3. Falta de interesse no presente

4. Solidão

5. Hipersensibilidade a influências e ideias 

6. Abatimento e Desespero

7. Preocupação excessiva com os demais

FÓRMULA DE EMERGÊNCIAS

Dr. Bach chamou esta fórmula de Rescue Remedy quando o formulou em 1934.

Indicada para situações de estresse agudo e consequências de acidentes. 

FÓRMULA LÍQUIDA 

Em gotas ou spray, composto por:

Star of Bethlehem – para as consequências de um choque ou trauma

Rock Rose – para sentimentos de terror ou pânico

Cherry Plum – para o descontrole dos sentimentos e da ação

Impatiens – para impaciência, tensão física e mental ou agitação

Clematis - para perda dos sentidos, desmaio ou tontura

 

Indicações e usos no dia a dia:

Para acidentes em geral e nas pressões do trânsito, nervoso antes de uma entrevista, crise ou trauma pessoal, estresse ante exames, visitas ao dentista, pré e pós-operatório, medo de falar em publico, medo  de viajar de avião, nervoso no dia do casamento, em caso de perdas e luto.

FÓRMULA CREME 

É a combinação dos cinco florais da fórmula líquida, com a adição do floral Crab Apple.

 

Indicações e usos no dia a dia:

Ferimentos leves, baques e escoriações, acne, picadas de insetos, alergias de pele, torcicolos, hematomas, massagens, inchaços nas pernas e pés, queimaduras de sol, dores musculares.

 

 

A HISTÓRIA DA FÓRMULA DE EMERGÊNCIAS

“Bach passou o inverno de 1933 e o começo da primavera de 1934 em Cromer, quando preparou uma combinação de três remédios para usar em emergências, em casos de acidente, choque, inconsciência, grande dor, medo ou pânico. A esta combinação deu o nome de Rescue Remedy, levando sempre um frasco da fórmula no bolso.

Os três florais que compunham a fórmula eram o Rock Rose, Clematis e Impatiens. Depois acrescentou mais dois outros florais a essa combinação, Cherry Plum e Star of Bethlehem, e verificou que era “extremamente valiosa, quando nenhum outro auxílio estava disponível”, diz Nora Weeks na biografia do Dr. Bach, escrita por ela em 1940, com o título As Descobertas Médicas de Edward Bach.

“Em uma ocasião, um homem que havia estado agarrado a um mastro de um barco naufragado por cinco horas em terrível tempestade, foi trazido à praia por um barco salva-vidas. Estava delirando e espumando pela boca, sem esperança e quase congelado, sua vida estava por um fio. Enquanto o homem estava sendo carregado pela areia, Bach repetidamente umedeceu seus lábios com a fórmula e antes que tirassem as roupas e o enrolassem em cobertores, ele estava se levantando e, em consciência perfeita, pediu um cigarro”. Nos conta ela.

© 2020 Florais de Bach - Cursos e Workshops.

  • Instagram
  • Facebook ícone social